Saiba como fazer o Relatório da Educação Infantil

Dicas para fazer seu relatório da Educação Infantil

blog-icg-relatotio-ed-infantil

Todo professor da educação infantil precisa, no decorrer do ano letivo, avaliar seus alunos através de um relatório, e essa avaliação é importantíssima para a coordenação, direção e, principalmente, para os pais com o intuito de melhor conhecer o aluno e como o mesmo se comporta em sala de aula.

Com o relatório individual de cada aluno, o professor consegue visualizar melhor o cenário de uma sala de aula e traçar novas maneiras de lidar com o aluno que se encontra com dificuldades de aprendizagem ou para o aluno que apresenta comportamento impróprio para o ambiente escolar – conversas paralelas, agressividade, desinteresse com as atividades, etc.

Mas você, professor, sabe fazer o relatório da educação infantil?

O relatório deve ser sincero e constatar os avanços (ou não) do aluno, além da interação aluno-professor e aluno-aluno. Mas para isso acontecer, é sugestivo que o professor esteja com a turma desde o início do ano letivo, assim a avaliação será mais precisa. Vale ressaltar que o relatório não é apenas para descrever o lado negativo dos alunos, é importante destacar suas vitórias, assim como o seu progresso.

Leia Também

Educação Sistêmica e Caminhos para a Aprendizagem Colaborativa

Cresce o uso de Internet pelo celular entre professores de escolas públicas e particulares

Caso a escola solicite a cada mês ou bimestre um novo relatório e você começou a lecionar no meio do ano, por exemplo, sugerimos que converse com os demais professores e/ou coordenação a fim de esclarecer mais sobre o comportamento dos alunos.

E agora, como fazer o relatório da educação infantil?

Com base em pesquisas realizadas, vamos colocar aqui algumas perguntas essenciais no momento da avaliação individual. Uma dica, é responder as perguntas em forma de texto, assim você consegue explanar com mais detalhes o desempenho dos alunos, além de deixar o relatório mais rico.

Tema: Quanto à assimilação e fixação dos conteúdos
O aluno é excelente, independente e realiza todas as atividades;
O aluno é muito bom, porém tem necessidade de consultar o professor;
O aluno possui dificuldade, é dependente do professor, mas realiza apesar de apresentar lentidão;
O aluno possui dificuldade, é extremamente dependente do professor,não consegue realizar nada sozinho e não demonstra vontade em aprender.
Tema: Quanto a concentração e atenção às explicações em sala de aula
O aluno é participativo;
O aluno participa somente quando é solicitado;
O aluno não participa da aula. Demonstra apatia;
O aluno é distraído, conversa e ainda atrapalha os demais.
Tema: Quanto à correção
O aluno não consegue corrigir os erros (clipes) sozinho, necessita que o professor lhe oriente durante a correção, seja ela no caderno ou na apostila, pois se distrai com muita facilidade;
O aluno é excelente. Consegue identificar e corrigir seus erros (clipes) sem auxílio do professor, sejam eles no caderno ou na apostila;
O aluno não corrige certo da lousa, pois apresenta deficiência visual;
O aluno não corrige certo da lousa, devido à falta de atenção.
Tema: Quanto ao relacionamento do aluno com os colegas
Relaciona-se bem com todos os colegas;
Não relaciona-se bem com os colegas, gosta de se isolar;
Não relaciona-se bem com os colegas, é agressivo;
Gosta de realizar trabalhos em grupo.
Demonstra resistência em fazer trabalhos em equipe.

Veja mais no site: Atividades Educação Infantil

Bom, agora é só colocar em prática! E se você, professor, quer aprimorar ainda mais seus conhecimentos, conheça a nossa pós-graduação em Educação Infantil e Alfabetização: Currículo, Docência e Ludicidade! Saiba como será a pós-graduação fazendo a Oficina de Alfabetização com início no dia 21 de Janeiro. Uma excelente oportunidade de conhecer a nossa instituição!

Comentários

comentários